Páginas

segunda-feira, 12 de fevereiro de 2018

Frente Brasil Popular: Construir um grande Dia Nacional de Luta em defesa da aposentadoria

A Frente Brasil Popular, organização que reúne entidades do movimentos sindical e popular de todo o país, encampa uma mobilização nacional em defesa da aposentadoria que vai ocupar as ruas do Brasil no próximo dia 19 de fevereiro.
Em nota oficial, defendeu o estado democrático de direito e denunciou as mazelas da reforma que penaliza os mais pobres. Leia na íntegra:
Desde o ano passado o governo golpista de Michel Temer e sua base aliada ameaça o povo brasileiro com o fim da aposentadoria.
A cada tentativa de entrada na pauta, os trabalhadores e trabalhadoras impuseram uma derrota àqueles que querem pagar a fatura do golpe com a reforma da previdência e a retirada de direitos. Construímos junto com as centrais sindicais na maior greve geral da nossa história com a bandeira da defesa da aposentadoria.
E vamos derrotá-los novamente. Para isso, é preciso continuar fazendo ações de panfletagens, plenárias, debates, brigadas em todos os bairros sobre a campanha de em defesa da aposentadoria.
A medida resultará no desmonte da seguridade social e num estímulo ao crescimento da previdência privada, deixando a sociedade refém dos bancos num pacto dos golpistas com o capital financeiro.
Michel Temer mente dizendo que a reforma é necessária para acabar com o déficit previdenciário. As mudanças propostas  aumentarão o tempo de contribuição, a idade mínima para aposentadoria, acabará com a aposentadoria especial dos professores e funcionários públicos, dos trabalhadores rurais, etc.
Aumentar o tempo de aposentadoria significa que os moradores das periferias das grandes cidades e de diversas cidades do norte e do nordeste trabalharão até morrer, visto que a expectativa de vida nesses locais é de até 58 anos.
No dia 19 de fevereiro, vamos ocupar as ruas, praças, locais de trabalho, escolas, universidades e redes para derrotar mais uma vez a agenda de retirada de direitos e ataques ao Estado Democrático de Direito.
fonte: Frente Brasil Popular

Nenhum comentário:

Postar um comentário