Páginas

terça-feira, 22 de julho de 2014

Ensino particular precisa ser regulado e fiscalizado, diz dirigente da CTB

madalena-guasco-peixoto
O Ministério da Educação (MEC) publicou no "Diário Oficial da União" na segunda-feira (14) o descredenciamento de 27 instituições de ensino superior particulares que não cumpriram as determinações exigidas pelo MEC para manter o ensino com qualidade, além de vários outros problemas, inclusive, de ordem econômica como o atraso de salários de funcionários. “O descredenciamento é a finalização de um processo que se estende por 1 ano”, diz Madalena Guasco Peixoto, dirigente da CTB e coordenadora-geral da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Estabelecimentos de Ensino (Contee).

FESTA DE LANÇAMENTO DA CHAPA 2 - VEM PRA LUTA - OPOSIÇÃO SINPRO-RIO

às 10:00
Rua Mário Mendes, 437 (1º sinal depois do Salão Colonial - Rua Arthur Rios - sentido Bangu)

Ouça a o programa CONEXÃO TUPINAMBÁ

Apresentação: JC Madureira e Nilton Soares 


Links:

sexta-feira, 18 de julho de 2014

1º Encontro Nacional de Jovens Educadores

cartaz juventude cnte
Nos dias 22 a 24 de agosto, a CNTE vai reunir em Brasília representantes jovens das 48 etidades filiadas para discutir o papel da juventude na militância sindical e na educação brasileira.
A proposta é trazer cerca de 50 educadores de até 35 anos, de todo o Brasil, para tratar da criação de novos Coletivos da Juventude, espaço que permite o debate sobre políticas específicas para essa parcela da categoria. No encontro, haverá exposição e troca de experiências com entidades que já têm coletivos organizados sobre o tema, como é o caso de SP, PE, PR e MT.

quarta-feira, 16 de julho de 2014

COMISSÃO ELEITORAL DO SINPRO-RJ COMPROMETE O PLEITO!

A Comissão Eleitoral do Sinpro-Rio (Sindicato dos Professores do Rio de Janeiro, mais voltado para a luta da rede privada de ensino), indicada pela diretoria do sindicato para dirigir o pleito eleitoral a se realizar nos dias 12, 13 e 14 de agosto de 2014, descumpriu o Estatuto da entidade e não publicou a relação nominal das chapas registradas, como era de sua responsabilidade. 
A Chapa 2, do Movimento Vem Pra Luta, denuncia em seu blog...
 
A Comissão Eleitoral do Sinpro-Rio, indicada pela Diretoria para dirigir o pleito eleitoral a se realizar nos dias 12, 13 e 14 de agosto de 2014, descumpriu o disposto no Artigo 73 – parágrafo único - do Estatuto da entidade, que prevê:

"Art. 73:
parágrafo único: Dentro de 48 horas, o Presidente da Comissão Eleitoral fará publicar, pelos mesmos meios utilizados para a publicação do edital e do aviso de convocação das eleições, a relação nominal das chapas apresentadas a registro com prazo de 5 dias para impugnação de candidaturas.”

A Chapa 2 - Vem Pra Luta registrou a nominata no dia 03/07/2014 na secretaria geral do sindicato, conforme prevê o edital de convocação e cujo prazo final era dia 08/07/2014. Portanto, pelo Estatuto, a Comissão Eleitoral deveria publicar pelos mesmos meios utilizados na publicação do edital até o dia 10/07/2014 a relação nominal das chapas registradas.
A Chapa 2 - Vem Pra Luta exige do Presidente da Comissão Eleitoral o cumprimento do Estatuto, divulgando formalmente as chapas inscritas com seus respectivos
 

quarta-feira, 9 de julho de 2014

Contee lança cartilha com texto do PNE e análise dos aprendizados e desafios para a nossa luta

Passados quase quatro anos, a sociedade brasileira tem nas mãos um novo Plano Nacional de Educação. Durante esse período, a atuação dos movimentos sociais e das entidades defensoras do fortalecimento da educação pública – entre as quais a Contee e seus sindicatos e federações filiados – trouxe alguns aprendizados que precisam ser incorporados às novas batalhas que estão por vir. Afinal, com a sanção da Lei 13.005/2014, voltamo-nos agora para outras lutas: pelo cumprimento das metas do PNE, pela instituição do Sistema Nacional de Educação, pela elaboração e/ou aprimoramento dos planos municipais e estaduais, pelo fortalecimento fóruns e conselhos de educação, pela garantia – de fato – de que tudo isso se reverta na melhoria da qualidade da educação brasileira.
Por isso, a Contee lança a cartilha “PNE: uma conquista das entidades e do movimento social”, que está sendo disponibilizada on-line nesta sexta-feira (27), mas que também será encaminhada em breve às entidades filiadas. A publicação traz o texto integral do PNE, bem como do anexo de metas e estratégias, a fim de que todos possam, com a nova lei em mãos, acompanhar de perto sua execução e seus resultados. Além disso, a cartilha também faz uma análise de todo o processo de construção coletiva do PNE e um apanhado dos principais aprendizados e desafios para a nossa luta.
fonte: CONTEE