Páginas

quinta-feira, 17 de outubro de 2013

Abertura de negociações, já!



O momento de luta da Educação Pública do Rio de Janeiro exige todo tipo de esforço capaz de produzir pressão para a retomada de negociações com Cabral e Paes, diante da opção desses governos em tratar os movimentos grevistas dos profissionais da Educação como uma questão de polícia ou de justiça, fechando todos os canais de diálogo.  As Redes Estadual e Municipal decidiram manter a greve, em suas Assembleias, e elaboraram um calendário de Ações intenso, que não dará trégua aos governantes. A rede FAETEC também está em greve. Temos que articular a rede de apoios que estamos recebendo para que, por sua vez, ela também possa produzir pressão pela abertura de negociações. Líderes de onze partidos, na Alerj, encaminharam, ao Vice-governador Pezão, manifesto solicitando que o SEPE seja recebido, em audiência. A OAB, a ABI e várias entidades ligadas à defesa dos Direitos Humanos também se posicionaram em apoio ao movimento.  A manifestação do dia 15 de outubro reuniu cerca de 100 mil pessoas em apoio à luta da Educação!  Vamos continuar mandando e-mails, produzindo pequenos vídeos, cartazes para as passeatas, vamos apoiar essa luta: Abertura de negociações, já!